Política de Privacidade
LGPD na Mão​

O propósito desta Política de Privacidade é definir os princípios que regem o uso que fazemos das informações pessoais que você nos fornece, ou que obtemos de você, pela internet. Ao utilizar este site, preencher formulários ou deixar o seu contato, você concorda com este uso. Pedimos que você leia esta Política de Privacidade com cuidado. Qualquer controvérsia que possa surgir sobre a privacidade, estará sujeita a esta política.

Das alterações

O propósito desta Política de Privacidade é definir os princípios que regem o uso que fazemos das informações pessoais que você nos fornece, ou que obtemos de você, pela internet. Ao utilizar este site, preencher formulários ou deixar o seu contato, você concorda com este uso. Pedimos que você leia esta Política de Privacidade com cuidado. Qualquer controvérsia que possa surgir sobre a privacidade, estará sujeita a esta política.

Dos dados

Através do nosso site coletamos e tratamos dados, de pessoas que preencham os formulários e/ou enviem arquivos que contenham dados pessoais. Podendo ser clientes, os quais já disponibilizaram seus dados, futuros clientes que deixam seus dados no site, e também através do e-mail da empresa, possíveis empregados e parceiros de trabalho, que façam o envio de informações através deste.

Dos nossos clientes e possíveis clientes, coletamos dados pessoais que se fazem necessários para a prestação dos serviços que fomos contratados. Exemplo de dados que serão coletados: nome, sobrenome, profissão, estado civil, filiação, endereço, telefone, e-mail, RG, CPF, empresas para qual trabalha ou das quais é sócio(a), entre outros dados necessários para a prestação dos serviços aos quais fomos contratados.

Do preenchimento voluntário

O Aplicativo LGPD na mão disponibiliza formulários para o cadastro e envio mensagens pelos usuários. Algumas informações são de preenchimento obrigatório, estando devidamente identificadas nos respectivos formulários ou nos campos específicos. As informações recebidas são protegidas de acordo com padrões rígidos de confidencialidade e permanecerão à disposição para consultas internas, sendo utilizadas somente para as finalidades a que foram coletadas.

Salvo em caso de determinação legal ou judicial, o acesso às informações recebidas é restrito apenas a integrantes autorizados para o seu uso de forma adequada. Todavia, não nos responsabilizamos pelos danos decorrentes da violação destas informações por terceiros de má-fé, reservando-nos, ainda, o direito de utilizarmos os registros mantidos em casos de investigação de fraudes ou de outros eventos que exijam medidas dessa natureza.

Os dados que são coletados, têm finalidades específicas de permitir que seja possível nosso contato com os clientes e possíveis clientes, para que possamos atender e executar os contratos previamente firmados.

Podem ocorrer também, a utilização dos seus dados pessoais para a criação de relatórios internos, que serão enviados para análise dos próprios clientes, ou ainda, para envio de informativos com tema relacionado ao conteúdo do Aplicativo LGPD na Mão.

O tratamento de dados pessoais de clientes, será realizado com base na sua necessidade para a execução do contrato de prestação de serviços firmado entre os clientes e a empresa, bem como a proteção de crédito, conforme previsão da Lei sob nº 13.709/2018, artigo 7, incisos V e  X.

Os dados pessoais dos clientes poderão ser tratados com base no cumprimento de obrigações legais e regulatórias por parte do Aplicativo, havendo necessidade de compartilhar, para esses fins, com órgãos da administração pública, por força de lei ou regulamentos, que tornem obrigatórios o compartilhamento de tais dados.

Do prazo de armazenamento dos dados

Os dados de clientes atendidos serão armazenamos por pelo menos 5 (cinco) anos, devido a exigências legais, regulatórias e fiscais, havendo a exigência de alguma lei nacional para que os dados sejam arquivados por tempo maior do que o mencionado, será seguido a exigência da lei.

Esse prazo inicia, após a conclusão dos serviços contratos. Inicia-se a contagem do prazo, após o cliente indicar expressamente que não necessita mais de nenhum serviço relacionado a aquela situação que deu origem a utilização dos dados.

Do compartilhamento

Exceto nos casos de obrigatoriedade de compartilhamento ou disponibilização dos dados a órgãos da administração pública federal, estadual ou municipal, conforme previsto em leis ou regulamentos, não compartilharemos os seus dados com ninguém. Eles nos foram confiados por você para prestarmos determinados serviços. A não ser que você nos solicite expressamente, ou que exista obrigação legal nesse sentido, eles jamais serão compartilhados com terceiros.

Direito de informação

Desde cliente, futuros clientes todos tem o direito a informações sobre seus dados. Todos terão o direito a confirmar se seus dados estão sendo tratados ou não, para isso, basta uma simples solicitação a nossa consultoria.

Das solicitações

O titular dos dados tem direito de acesso aos seus dados, podendo o usuário solicitar uma cópia de quais dados pessoais a consultoria possui e trata, devendo receber essas informações em até 30 (trinta) dias após a solicitação feita.

Pode também o usuário solicitar a retificação de algum dado, caso ocorra alguma mudança ou até mesmo, quando o Aplicativo estiver com os dados desatualizados.

Os dados pessoais podem ainda ser bloqueados, eliminados ou anonimizados. Caso o titular do dado entenda que seus dados estão sendo tratados em desconformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados, e após análise, a consultoria concordar com os fundamentos apresentados, os dados serão imediatamente bloqueados, eliminados ou anonimizados.

Os dados tratados pela consultoria, regra geral não terão como base legal o consentimento, mas se por acaso ocorrer alguma eventualidade, é assegurado ao titular dos dados que esse consentimento seja revogado, dentro dos limites estabelecidos pela lei. Basta, enviar por escrito a solicitação, podendo ser através de carta ou e-mail, aos cuidados do encarregado (responsável pelos dados).

É assegurado a todo titular de dados pessoais o direito de peticionar em relação aos seus dados pessoais, contra aquele que detém seus dados, perante a ANPD – Autoridade Nacional de Proteção de Dados. 

Os seus dados pessoais são armazenados e mantidos em ambiente controlado e seguro, não sendo acessíveis a terceiros não autorizados.